A Educação da Imaginação

 


A imaginação funciona sozinha. Pode ser despertada por qualquer coisa e a partir daí costuma ser conduzida por nossos desejos e temores. Educá-la, portanto, significa aprender a usá-la para servir não apenas a medos e desejos. Duas outras finalidades se apresentam aqui, pelo menos. Uma, o sentido da vida. É pela imaginação que nos projetamos no futuro, somos capazes senão de moldá-lo, de prevê-lo com razoável precisão. Quem tem uma imaginação educada consegue imaginar não apenas quem quer ser quando crescer, mas como virá a realizar isso. Outra finalidade é a da intelecção. Quantas vezes uma explicação sobre algo você só entendeu quando quem explicava deu um exemplo do que falava? Exemplos são destinados à imaginação que por sua capacidade associativa e combinatória, analógica enfim, serve à inteligência para compreender o que estava sendo explicado.

É impossível se educar, formar-se intelectualmente, sem uma imaginação educada. Este curso serve para dar a base do mínimo necessário para que esta educação da imaginação comece de fato.

Aula 01 – O que é a imaginação?
Para poder educar a imaginação é preciso saber o que ela é, como é despertada, qual seu funcionamento e o resultado de sua operação. Desde logo trabalharemos com exercícios práticos com a imaginação.

Aula 02 – A importância crucial das narrativas
A imaginação se projeta no futuro. De que forma? Narrativa. Na memória estão as imagens de nossa vida que formam uma história; pela imaginação produzimos as imagens com que formamos as possibilidades de futuro, que também se apresenta como uma história.

Aula 03 – O principal obstáculo para educar a imaginação
Apenas com a narrativa de nossas experiências de vida e das poucas que conhecemos de quem nos é próximo, é impossível à imaginação trabalhar com proveito. Daí a importância de se alimentar da narrativa ficcional para começar a educar a imaginação. Contudo, hoje em dia muitos lêem muitos romances, assistem centenas de filmes e seriados, mas não parecem “sair do lugar”. Por quê?

Aula 04 – Começando a vencer o obstáculo
Para darmos credibilidade ao discurso poético precisamos entender por que damos credibilidade a outros tipos de discursos, como o científico e os retóricos (eleitoral, publicidade e judicial).

Aula 05 – Participando do discurso poético
A necessidade da suspensão da descrença e a entrada consequente no “mundo da imaginação” é condição indispensável para que uma educação da imaginação comece de verdade. Como fazer isso? Entendendo “onde” está a credibilidade do discurso poético.

Tamanho: 4.27 GB





Aprenda a baixar pelo encurtador


  1. Clique no link de download
  2. Vai abrir a janela de download, clique na caixa "Não sou um robô" aguarde verificar e depois clique no botão azul para prosseguir.full-width
  3. Se abrir qualquer janela é só fechar;
  4. aguarde o contador chegar em 0, depois clique no botão verde;
  5. novamente, se abrir qualquer janela pode fechar.



Postar um comentário

Escrever comentário (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem